Ato n.º 3237788

Informações Básicas

Código3237788
Cód. de Registro de Informação (e-Sfinge)Não configurado
Publicação
SituaçãoPublicado
EntidadePrefeitura municipal de Aurora
URL de Origem
Data de Publicação24/08/2021
CategoriaConcursos
TítuloJULGA RECURSOS QUESTÕES CONCURSO AURORA 01 2021
Arquivo Fonte1629728619_julga_recursos_questes_concurso_aurora_01_2021.pdf
Conteúdo

EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO Nº 001/2021

JULGAMENTO DOS RECURSOS CONTRA QUESTÕES OU GABARITO

O MUNICÍPIO DE AURORA, faz saber a quem possa interessar a publicação do JULGAMENTO DOS RECURSOS CONTRA QUESTÕES OU GABARITO ao EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO Nº 001/2021, conforme segue:

Questão nº 01 – Língua Portuguesa – Fiscal de Tributos

Despacho/Justificativa: INDEFERIDO. O texto em questão trata-se de um texto informativo, pois, de acordo com o conceito encontrado nas referências aqui mencionadas, “é uma produção textual com informação sobre um determinado assunto, que tem como objetivo esclarecer uma pessoa ou conjunto de pessoas sobre essa matéria”. O texto informativo elucida e esclarece o leitor sobre o tema em questão, e é escrito geralmente em prosa. Não se trata de uma crônica, pois este gênero textual trata de temas do cotidiano, sempre sob uma ótica individual do autor. Neste caso, as informações não são dadas de acordo com uma opinião do autor, mas sim, de acordo com os fatos históricos que levaram ao aparecimento das Olimpíadas, assim como as conhecemos hoje. Além disso, a crônica trata-se de um texto literário, ao passo que o texto informativo é um texto não literário. Um texto informativo tem como objetivo transmitir uma informação sobre a realidade, já a crônica é um texto sempre baseado em um fato do cotidiano. O fato de o texto ser expositivo, como mencionado no recurso, não invalida o fato de ele ser informativo, pois ele expõe informações. Assim, a questão está correta e não será cancelada.

Questão nº 02 – Língua Portuguesa – Cargos de Nível Superior

Despacho/Justificativa: DEFERIDO. ALTERAR GABARITO PARA ALTERNATIVA “B”. Para esta questão, houve publicação equivocada do gabarito. A palavra “como” é uma conjunção que indica comparação. Assim, a alternativa correta, que também indica uma expressão com a função comparativa, é a letra B (assim como). Na alternativa A (Logo), temos uma conjunção que indica conclusão; na alternativa C (já que), temos uma expressão que indica conformidade; e na alternativa D (Contudo), temos uma conjunção que indica adversidade. Desta maneira, a alternativa correta é a letra B – Assim como. A questão não será cancelada, mas o gabarito será corrigido.

Questão nº 04 – Língua Portuguesa – Fiscal de Tributos

Despacho/Justificativa: INDEFERIDO. O objetivo do texto é informar o leitor acerca do surgimento das Olimpíadas a partir de fatos históricos. Nenhuma referência no texto indica que o objetivo do mesmo seja divertir o leitor, pois não há anedota, não se trata de uma charge ou de uma história em quadrinhos. Assim, o texto classifica-se como um texto de tipo dissertativo, e gênero informativo. A questão está correta e não será cancelada.

Questão nº 05 – Língua Portuguesa – Técnico em Enfermagem

Despacho/Justificativa: INDEFERIDO. Na questão, o verbo fazer indica tempo, e neste caso, ele não flexiona pessoa, sendo este sempre conjugado em 3ª pessoa do singular. Porém, ele flexiona tempo. Desta maneira, ele está no passado por acompanhar o verbo da oração principal, “víamos”, que também estão no passado. Observe:

Faz oito meses que não nos vemos mais.

Fazia oito meses que não nos víamos mais.

Desta maneira, a questão está correta. A única alternativa na qual há erro de concordância é a letra B – Haviam quatro meninas, pois o verbo haver com sentido de existir, assim como o fazer, só pode ser conjugado na terceira pessoa do singular. O correto para esta sentença seria: Havia quatro meninas...

A questão está correta e não será, portanto, cancelada.

Fonte disponível para consulta:

Disponível em: <https://www.portugues.com.br/gramatica/concordancia-verbo-fazer-quando-indica-tempo-transcorrido.html>. Acesso em: 19 ago. 2021.

Questão nº 07 – Língua Portuguesa – Cargos de Nível Alfabetizado

Despacho/Justificativa: INDEFERIDO. A discordância nominal nesta alternativa, que pode ser facilmente compreendida como erro de digitação, não influencia em nada na resolução da questão. Pede-se qual é a frase nominal, ou seja, a frase que não possua em sua composição nenhum verbo. As letras A, B e D possuem, respectivamente, os verbos/locuções verbais “é”, “quero” e “estão enfrentando”, ao passo que a alternativa C, indicada como correta por ser uma frase nominal, não possui nenhum verbo ou locução verbal em sua estrutura. Assim, a questão não causa confusão ao candidato e não será cancelada.

Questão nº 08 – Língua Portuguesa – Cargos de Nível Superior

Despacho/Justificativa: INDEFERIDO. A troca do “nas” pelo “das”, que pode ser facilmente compreendida como erro de digitação, não influencia na resolução da questão. A justificativa apresentada, que se refere ao fato de que se pode compreender que o evolucionismo e o cientificismo surgiram a partir do naturalismo não faz sentido, pois a questão afirma que eles “estavam muito presentes”. Em nenhum momento há menção a surgimento ou algo que distraia o leitor. Assim, considera-se que a questão não causa confusão ao candidato e não será cancelada.

Questão nº 10 – Língua Portuguesa – Cargos de Nível Superior

Despacho/Justificativa: DEFERIDO. ALTERAR GABARITO PARA ALTERNATIVA “B”. Para esta questão, houve publicação equivocada do gabarito. Assim, a alternativa correta é a letra B – Elipse, pois esta figura de linguagem consiste na omissão de um ou mais termos numa oração que podem ser facilmente identificados. No caso da sentença, “Ela comprou um par de calças e eu, um suéter”, o termo omisso é o verbo “comprar”, que fica subentendido. O anacoluto trata-se de uma figura de linguagem que busca alterar a sequência lógica da estrutura da frase por meio de uma pausa no discurso, o que não é o caso desta sentença. O hipérbato também não se aplica, já que se trata da inversão da ordem natural das palavras. Da mesma maneira, o polissíndeto não se aplica por tratar-se da repetição exagerada de conjunções dentro da sentença. A questão não será cancelada, mas o gabarito será corrigido.

Questão nº 11 – Matemática – Cargos de Nível Alfabetizado

Despacho/Justificativa: DEFERIDO. QUESTÃO ANULADA. Faltou uma informação na questão referente ao gasto com mercado no valor de R$ 600,00, sendo assim, não há resposta correta nas alternativas e a questão deve ser anulada.

Questão nº 13 – Matemática – Cargos de Nível Superior

Despacho/Justificativa: DEFERIDO. ALTERAR GABARITO PARA ALTERNATIVA “C”. Uma PA é crescente quando sua razão é positiva, ou seja, quando r > 0. Desta forma, cada termo seguinte é sempre maior que o anterior, isto é, os valores dos termos sempre irão aumentar, crescer.

Questão nº 14 – Matemática – Cargos de Nível Alfabetizado

Despacho/Justificativa: DEFERIDO. QUESTÃO ANULADA. A questão está correta na sua formulação e também possui resultado correto, mas no enunciado foi usada a palavra respectivamente

o que obriga que o posicionamento dos resultados esteja exatamente de acordo com o enunciado, assim deveria aparecer primeiro o 33% e depois o 43%. Desta forma a questão deve ser anulada.

Questão nº 15 – Matemática – Técnico em Enfermagem

Despacho/Justificativa: INDEFERIDO. As combinações são subconjuntos em que a ordem dos elementos não é importante, entretanto, são caracterizadas pela natureza dos mesmos.

Assim, para calcular uma combinação simples de n elementos tomados p a p (p ≤ n), utiliza-se a seguinte expressão:

𝐶15,3 = 15 !3!(15−3)!

𝐶15,3 = 15 .14 .13 .12!3! .12!

𝐶15,3 = 15 .14 .133 . 2 .1

𝐶15,3 = 27306

𝐶15,3 = 455

Resposta correta letra B.

Questão nº 17 – Informática – Cargos de Nível Superior

Despacho/Justificativa: INDEFERIDO. A Guia Layout, do Microsoft Word, permite essa função, como vemos a seguir:

A opção Página Inicial não faz parte das alternativas da questão, portanto, a questão está correta e possui apenas uma alternativa a ser assinalada.

Questão nº 18 – Informática – Fiscal de Tributos

Despacho/Justificativa: INDEFERIDO. O recurso não assiste razão, pois um navegador (também conhecido como web browser ou simplesmente browser) é um programa que habilita seus usuários a interagirem com documentos HTML hospedados em um servidor Web. É o tipo mais comumente usado de agente. Para podermos “navegar” pela internet, ou acessar os conteúdos pertinentes a ela, temos que usar aplicativos (programas) chamados navegadores. Um navegador (também conhecido como web browser ou simplesmente browser) é um programa que habilita seus usuários a interagirem com documentos *HTML (linguagem de internet) hospedados em um *servidor Web. A maior coleção interligada de documentos *hipertexto, dos quais os documentos HTML são uma substancial fração, é conhecida com a World Wide Web. *HTML (acrônimo para a expressão inglesa HyperText Markup Language, que significa Linguagem de Marcação de Hipertexto) é uma linguagem de marcação utilizada para produzir páginas na Web. Documentos HTML podem ser interpretados por navegadores.

https://www.nre.seed.pr.gov.br/arquivos/File/telemaco/crte/internet_navegadores_pesquisa.pdf

https://blog.revendakwg.com.br/inspiracao-design/formatos-de-arquivos-veja-os-mais/

Questão nº 19 – Informática – Cargos de Nível Superior

Despacho/Justificativa: INDEFERIDO. O recurso não assiste razão, pois a Internet representa um sistema de grupos de redes de computadores interligadas que usa uma rede padrão de IP (Protocolo de Internet) ou TCP (Protocolo de Controle de Transmissão). A Internet é, na verdade, a união de milhões de redes públicas e privadas. A “linguagem” que ela utiliza para exibir uma enorme variedade de informações e recursos em forma de arquivos, é o HTTP através do www (world wide web).

Fonte: https://www.weblink.com.br/blog/tecnologia/conheca-os-principais-protocolos-de-internet/

https://www.opservices.com.br/protocolos-de-rede/

https://www.minhaconexao.com.br/blog/voce-sabe-a-diferenca-entre-a-internet-e-intranet/

Questão nº 19 – Informática – Fiscal de Tributos

Despacho/Justificativa: INDEFERIDO. O recurso não assiste razão, pois o jpeg é um dos formatos mais comuns que temos no leque de opções, usado tanto na internet de forma geral como nos celulares e câmeras digitais. Ele é um formato de imagem e é conhecido por sua capacidade de compactação. O que o JPEG faz é “comprimir” as imagens e as informações contidas nela. A ideia é gerar um arquivo pequeno, que ocupe pouco espaço. Por isso mesmo, na internet, ele é muito usado, como no Facebook ou sites: eles são menores e, portanto, têm tempo de carregamento reduzido.

Questão nº 21 – Legislação Básica – Fiscal de Tributos

Despacho/Justificativa: INDEFERIDO. O/A candidato/a se insurge contra a alternativa indicada como correta na questão, requerendo a sua anulação, porém, não lhe assiste razão, conforme segue:

I. Art. 31 da CF/88 – CORRETA

II. Art. 31, §3° da CF/88 – CORRETA

III. Art. 31, §2° da CF/88 – CORRETA

IV. Art. 31, §4° da CF/88 – INCORRETA

Assim sendo, a única alternativa correta é a letra “C”.

RECURSO IMPROVIDO.

Questão nº 21 – Legislação Básica – Técnico em Enfermagem

Despacho/Justificativa: INDEFERIDO. Os/As candidatos/as se insurgem contra a alternativa indicada como correta na questão, requerendo a sua anulação, porém, não lhes assiste razão, conforme segue:

I. Art. 35, IV, CF/88

II. Art. 35, I, CF/88

III. Art. II, CF/88

IV. Art. 35, I, CF/88

De se ressaltar que o enunciado da questão requeria que fossem analisados os casos em que a Lei (CF/88) autoriza a intervenção estatal nos Municípios. Sendo todos os casos descritos nos itens I, II, III e IV hipóteses de intervenção previstas no art. 35 da CF/88, então a única alternativa correta é a letra “D”, não sendo o caso de anulação da questão. RECURSO IMPROVIDO.

Questão nº 23 – Legislação Básica – Cargos de Nível Superior

Despacho/Justificativa: INDEFERIDO. Apesar do uso de nomenclatura diversa da definida pela Convenção das Nações Unidas sobre o Direito das Pessoas com Deficiência como alerta o candidato, a questão não pode ser considerada incorreta, pois a forma como se encontra no item II da questão é exatamente como se encontra no inciso III do artigo 181 da Lei Orgânica Municipal da qual se faz referência o enunciado da questão. Sendo assim, a questão está correta e não poderá ser anulada.

Questão nº 23 – Legislação Básica – Fiscal de Tributos

Despacho/Justificativa: DEFERIDO. ALTERAR GABARITO PARA ALTERNATIVA “C”. Gabarito publicado incorretamente. Conforme artigo 127 da Lei Orgânica Municipal, os itens I e II

correspondem respectivamente aos incisos I e II da lei. O item III corresponde a imposto de competência estadual, portando a alternativa correta ser assinalada é: c) Somente as afirmativas I e II estão corretas.

Questão nº 24 – Legislação Básica – Cargos de Nível Superior

Despacho/Justificativa: DEFERIDO. ALTERAR GABARITO PARA ALTERNATIVA “A”. Gabarito publicado incorretamente. Conforme artigo 170 da Lei Orgânica Municipal, apenas o item II está diverso/incorreto com os incisos deste artigo, portando a alternativa correta ser assinalada é: a) Somente as afirmativas I e III estão corretas.

Questão nº 25 – Legislação Básica – Cargos de Nível Superior

Despacho/Justificativa: INDEFERIDO. A alternativa “B” não pode ser considerada correta pois o enunciado nos traz o seguinte trecho: “são considerados de efetivo exercício os afastamentos em virtude de, EXCETO”. é bastante claro ao solicitar para assinalar os tipos de afastamento que não são considerados de efetivo exercício. Sendo assim a exoneração é único afastamento que não se considerado como efetivo exercício, pois, obviamente, ele desliga por completo o servidor de sua repartição.

Questão nº 25 – Legislação Básica – Técnico em Enfermagem

Despacho/Justificativa: INDEFERIDO. Primeiro cabe ressaltar que o enunciado da questão é bastante claro ao solicitar a análise do que se pede à luz do Estatuto dos Servidores Públicos Municipais de Aurora e não da Lei Orgânica. Segundo que ao se falar em hierarquia das leis poderíamos citar a Constituição Federal (sendo que os próprios recusantes a citam como exemplo de topo da hierarquia) em seu artigo 41 que coaduna com a questão. Considerando que o enunciado da questão não deixa dúvida que se deve considerar apenas o Estatuto dos Servidores Públicos Municipais de Aurora para sua resolução e considerando que a questão se encontra estritamente de acordo com a Constituição Federal a questão está correta e não será anulada.

Questão nº 26 – Conhecimentos Específicos – Fiscal de Tributos

Despacho/Justificativa: INDEFERIDO. O enunciado da questão objeto do recurso não está vinculado ao conhecimento sobre os princípios da Lei 9.784/1999, não sendo esta Lei nem mesmo conteúdo demandado no edital do presente concurso. Desta forma, não há que se exigir que as alternativas ou a alternativa sobre motivação estejam iguais à lei. Mas, para esclarecimento do(a) recorrente, a referida alternativa tem base doutrinária, tendo sido retirado do livro de Ricardo Alexandre, João de Deus (2015, p. 321):

“O princípio da motivação determina que a Administração Pública indique os fundamentos de fato e de direito de suas decisões”.

Na mesma temática, vale também apresentar o entendimento sobre motivação trazido pelo renomado autor Celso Antônio Bandeira de Mello (2014, p. 115):

“Dito princípio implica para a Administração o dever de justificar seus atos, apontando-lhes os fundamentos de direito e de fato [...]”.

Pode-se perceber assim que o entendimento é o mesmo, só escrito de forma diferente, o que não altera o sentido do conceito.

Desta forma, a questão não apresenta erro, não possuindo duplo sentido de interpretação e não sendo assim passível de anulação.

Considerando o exposto, INDEFIRO O RECURSO, JULGANDO IMPROCEDENTE.

Referências: ALEXANDRE, Ricardo; DEUS, João de. Direito administrativo esquematizado. 1. ed. Rio de Janeiro: Forense; São Paulo: MÉTODO, 2015.

MELLO, Celso Antônio Bandeira de. Curso de Direito administrativo. 32. ed. Rio de Janeiro: Forense, 2019.

Questão nº 27 – Conhecimentos Específicos – Professores

Despacho/Justificativa: INDEFERIDO. “currículo oculto”, é constituído por todos os saberes que não estão prescritos nas diretrizes curriculares, mas que acabam por afetar, positiva ou negativamente, o processo de aprendizagem dos conhecimentos escolares. São os conhecimentos adquiridos fora da escola, com a família, os amigos; ou, ainda, no espaço escolar, nas brincadeiras dos corredores, na forma de dispor as carteiras, na maneira de se comportar diante de professores(as) e colegas etc.

Trecho disponível em: http://catalogo.egpbf.mec.gov.br/modulos/mod-4/saibacurriculos.html

“currículo oculto, que envolve, dominantemente, atitudes e valores transmitidos, subliminarmente, pelas relações sociais e pelas rotinas do cotidiano escolar. Esse é um conceito importante, do qual fazem parte rituais e práticas, relações hierárquicas, regras e procedimentos, modos de organizar o espaço e o tempo na escola, modos de distribuir os alunos por grupamentos e turmas e, ainda, mensagens implícitas nas falas dos(as) professores(as) e nos livros didáticos”.

Trecho disponível em: http://moodle3.mec.gov.br/ufrgs/file.php/1/gestores/direito/curriculoinstrumento_u2_pg3.htm

Nota-se que todos os itens da questão coadunam com publicações do MEC, portanto embasadas em documentação oficial. Sendo assim, a questão está correta e não será anulada.

Questão nº 28 – Conhecimentos Específicos – Assistente Social

Despacho/Justificativa: INDEFERIDO. O recurso não assiste razão, pois o edital aponta o SUS como conteúdo, e o Decreto 7508/2011 Regulamenta a Lei nº 8.080, de 19 de setembro de 1990, para dispor sobre a organização do Sistema Único de Saúde - SUS, o planejamento da saúde, a assistência à saúde e a articulação interfederativa, e dá outras providências.

Fonte: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2011/decreto/d7508.htm

Questão nº 29 – Conhecimentos Específicos – Assistente Social

Despacho/Justificativa: INDEFERIDO. O recurso não assiste razão, pois atende ao conteúdo do edital “As questões teoricometodológicas do Serviço Social: métodos, instrumentais técnicos-operativos”, sendo a instrumentalidade do Serviço Social, um instrumento técnico-operativo.

Questão nº 29 – Conhecimentos Específicos – Professor II – Ciências

Despacho/Justificativa: INDEFERIDO. A descrição feita pelo candidato é verídica, a alternativa incorreta é a letra b. No entanto, a letra b também está indicada como a alternativa a ser assinalada no gabarito.

Questão nº 29 – Conhecimentos Específicos – Professor II – Matemática

Despacho/Justificativa: INDEFERIDO. Quando a incógnita fica acompanhada de um coeficiente negativo precisamos multiplicar toda inequação por (-1), fazendo com que todos os sinais se invertam inclusive o sinal da desigualdade.

23𝑥−5 ≤ (164)−2𝑥+3

23𝑥−5≤212𝑥−18

3𝑥−5≤12𝑥−18

3x – 12x ≤ -18 + 5

-9x ≤ -13 (-1)

9x ≥13

X ≥ 139

Questão nº 31 – Conhecimentos Específicos – Psicólogo

Despacho/Justificativa: INDEFERIDO. A Abordagem Centrada na Pessoa (ACP) é considerada uma das correntes identificadas com a Terceira Força em Psicologia ou Psicologia Humanista. Há

aspectos significativos que correlacionam o pensamento do seu fundador, Carl Rogers, com alguns pressupostos da psicologia humanista e da filosofia existencialista. Portanto, há sim, um componente existencial na psicologia humanista. Em assim sendo, a banca mantém o gabarito como sendo a letra “D”.

Questão nº 33 – Conhecimentos Específicos – Psicólogo

Despacho/Justificativa: DEFERIDO. QUESTÃO ANULADA. A banca reconhece incongruência entre o solicitado e as alternativas apresentadas. A opção sugerida, abrange sim ao autismo, mas também pode referir-se a outros problemas do desenvolvimento. Neste sentido, a banca percebe que a questão deve ser anulada por imprecisão.

Questão nº 33 – Conhecimentos Específicos – Assistente Social

Despacho/Justificativa: INDEFERIDO. O recurso não assiste razão, pois a questão encontra-se dentro da temática Políticas Sociais Públicas no Brasil.

Questão nº 33 – Conhecimentos Específicos – Fiscal de Tributos

Despacho/Justificativa: INDEFERIDO. O item III da questão está totalmente diverso do que afirma o parágrafo 3º do artigo 13 do Código Tributário do Município que afirma:

§ 3° A obrigação tributária acessória, pelo simples fato de sua inobservância, converte-se em principal, relativamente à penalidade pecuniária.

Os itens I e II correspondem exatamente o que consta nos parágrafos 1º e 2º do artigo. Sendo assim, a questão está correta e não será anulada.

Questão nº 33 – Conhecimentos Específicos – Professor II – Matemática

Despacho/Justificativa: DEFERIDO. QUESTÃO ANULADA. O recurso procede, pela dificuldade na realização do cálculo sem o auxílio de recurso tecnológico e por ter alternativas com valores muito próximos, causando assim incerteza de resultado por se tratar de um valor aproximado.

Questão nº 34 – Conhecimentos Específicos – Técnico em Enfermagem

Despacho/Justificativa: INDEFERIDO. A questão está objetiva perguntando: Os métodos de esterilização químicos são: (isto abrange todos os métodos de esterilização químico) A esterilização de materiais clínicos pode ser realizada através de métodos químicos ou físicos. A esterilização química compreende a utilização de agentes esterilizantes líquidos, que são os mesmos utilizados no processo de desinfecção, porém com maior tempo de exposição. (SOBECC. Práticas Recomendadas: centro cirúrgico, recuperação, anestésica e centro de material esterilizado. 3a ed. re Classificação de agentes químicos utilizados em equipamentos e materiais médico-cirúrgicos. visada e atualizada. São Paulo: SOBECC; 2005.)

Complementando os métodos de esterilização podem ser divididos em físicos (calor, filtração e radiação) e químicos (compostos fenólicos, clorexidina, halogênios, álcoois, peróxidos, óxido de etileno, formaldeído, glutaraldeído e ácido peracético). Para a escolha do melhor método, deve-se levar em consideração, além da compatibilidade do material, a efetividade, toxicidade, facilidade de uso, custos, entre outros.

http://www.fiocruz.br/biosseguranca/Bis/manuais/biosseguranca/manual_biosseguranca-servicos_saude.pdf

Questão nº 35 – Conhecimentos Específicos – Professor II – Ciências

Despacho/Justificativa: DEFERIDO. QUESTÃO ANULADA. O enunciado da questão deveria solicitar ao candidato para assinalar a alternativa incorreta, pois, a única alternativa incorreta é de letra “D”, no entanto o enunciado solicitou assinalar a alternativa correta motivo pelo qual a questão será anulada.

Questão nº 36 – Conhecimentos Específicos – Fiscal de Tributos

Despacho/Justificativa: INDEFERIDO. O/A candidato/a se insurge contra a alternativa indicada como correta na questão, requerendo a sua anulação, porém, não lhe assiste razão, tendo em vista que a única alternativa correta, nos termos do art. 108 da Lei 5.172/1966 (CTN) é a letra “C”, conforme segue:

Art. 108. Na ausência de disposição expressa, a autoridade competente para aplicar a legislação tributária utilizará sucessivamente, na ordem indicada:

I - a analogia;

II - os princípios gerais de direito tributário;

III - os princípios gerais de direito público;

IV - a eqüidade.

RECURSO IMPROVIDO.

Questão nº 36 – Conhecimentos Específicos – Médico

Despacho/Justificativa: DEFERIDO. QUESTÃO ANULADA. Considerando o que se apresenta no enunciado da questão duas alternativas são passíveis de ser consideradas corretas letras “B” e “D” sendo assim, a questão será anulada.

Questão nº 36 – Conhecimentos Específicos – Professor II – Ciências

Despacho/Justificativa: DEFERIDO. QUESTÃO ANULADA. As alternativas “B” e “D” estão corretas conforme referencia a seguir, portanto, a questão será anulada.

http://www.invivo.fiocruz.br/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?infoid=1382&sid=8

Questão nº 36 – Conhecimentos Específicos – Professor II – Matemática

Despacho/Justificativa: INDEFERIDO. População é qualquer conjunto, não necessariamente de pessoas, que constituem todo o universo de informações de que se necessita. Por exemplo, se em uma empresa o diretor gostaria de saber se os funcionários estão satisfeitos com os benefícios oferecidos, a população de estudo são todos os funcionários dessa empresa. Outro exemplo de população é o caso de um biólogo que necessita estudar uma espécie de formigas de uma determinada região. Assim a população corresponde a todas as formigas dessa espécie que vivem nessa região. Note que o conceito de população depende do objetivo do estudo.

Questão nº 37 – Conhecimentos Específicos – Fiscal de Tributos

Despacho/Justificativa: DEFERIDO. QUESTÃO ANULADA. Os/As candidatos/as se insurgem contra a alternativa indicada como correta na questão, requerendo a sua anulação, por também se encontrar incorreta a alternativa “C”.

Assiste razão às/aos candidatos/as, tendo em vista que o texto da alternativa “C” induz ao erro e da forma como está disposto torna incorreta a alternativa, tal qual a alternativa “A”. Assim, por haver mais de uma alternativa incorreta na questão, é o caso de sua anulação.

RECURSOS PROVIDOS. QUESTÃO ANULADA.

Questão nº 38 – Conhecimentos Específicos – Fiscal de Tributos

Despacho/Justificativa: INDEFERIDO. O/A candidato/a se insurge contra a alternativa indicada como correta na questão, requerendo a sua anulação, porém, não lhe assiste razão, tendo em vista que a única alternativa correta, é a alternativa “B”, conforme segue:

I. Art. 41, I da Lei 4.320/1964 – INCORRETA.

II. Art. 42 da Lei 4.320/1964 – CORRETA.

III. Art. 40 da Lei 4.320/1964 – INCORRETA.

IV. Art. 41, III, da Lei 4.320/1964 – CORRETA.

RECURSO IMPROVIDO.

Questão nº 39 – Conhecimentos Específicos – Médico

Despacho/Justificativa: INDEFERIDO. O recurso não assiste ao candidato, pois a acurácia dos testes sorológicos varia por metodologia, antígeno empregado e momento da coleta, idealmente após 10º dia para IgM IgA e anticorpos totais e, após 15° dia, para IgG, logo, temos uma situação clara de contato prévio, mas não recente, o que caracteriza, pelos sintomas síndrome gripal, pelos sintomas leves, que descaracterizam 15 dias de infecção pela COVID-19, que agravam-se ou desaparecem, não se mantém estáveis, principalmente, após 15 dias de infecção. Ainda, o período médio de janela imunológica é 7-10 dias. Após 30 dias da infecção, espera-se que 100% dos pacientes possuam anticorpos totais ou IgG detectáveis. Ainda, muitas literaturas apontam que, IgM NR + IgG R, indicam infecção prévia, não transmitindo.

https://www.sbn.org.br/fileadmin/user_upload/Noticias/Artigo_de_Revisao_para_Journal_of_Infection_Control.pdf

I SD, Aparecida V, Rafael IMM, Sabino IEC, Jose A. Sensitivity of the Wondfo One Step COVID-19 test on using serum samples. Clinics [Internet]. 2020;19–20. Available from: https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1807- 59322020000100509&lng=pt&tlng=em

Hoffman T, Nissen K, Krambrich J, Rönnberg B, Akaberi D, Esmaeilzadeh M, et al. Evaluation of a COVID-19 IgM and IgG rapid test; an efficient tool for assessment of past exposure to SARS-CoV-2. Infect Ecol Epidemiol [Internet]. 2020;10(1). Available from: https://doi.org/10.1080/20008686.2020.1754538

Questão nº 40 – Conhecimentos Específicos – Fiscal de Tributos

Despacho/Justificativa: INDEFERIDO. Os/As candidatos/as se insurgem contra a alternativa indicada como correta na questão, requerendo a sua anulação. Todavia, razão não lhes assiste, visto que todos os crimes são praticados contra a Administração Pública, em que pese os crimes das proposições I e II sejam crimes contra a Administração da Justiça, visto que todos integram o “TÍTULO XI - DOS CRIMES CONTRA A ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA” do Código Penal. RECURSO IMPROVIDO.

Observação: Demais recursos não foram aceitos por estarem em desacordo com o item 9.4 do edital, ou seja, não apresentaram argumentação lógica e consistente e/ou não foram fundamentados, simples pedidos de revisão de questões não serão analisados.

Aurora (SC), 23 de agosto de 2021.

ALEXSANDRO KOHL

Prefeito Municipal

MUNICÍPIO DE AURORA ESTADO DE SANTA CATARINA 9

MUNICÍPIO DE AURORA ESTADO DE SANTA CATARINA 3

MUNICÍPIO DE AURORA ESTADO DE SANTA CATARINA 6

MUNICÍPIO DE AURORA ESTADO DE SANTA CATARINA 8

MUNICÍPIO DE AURORA ESTADO DE SANTA CATARINA 2

MUNICÍPIO DE AURORA ESTADO DE SANTA CATARINA 5

MUNICÍPIO DE AURORA ESTADO DE SANTA CATARINA 1

MUNICÍPIO DE AURORA ESTADO DE SANTA CATARINA 4

MUNICÍPIO DE AURORA ESTADO DE SANTA CATARINA 7